sexta-feira, 28 de outubro de 2011


" {...}Não que a vida
Esteja assim tão boa
Mas um sorriso ajuda a melhorar."
Hey, Jude, don't make it bad
Take a sad song and make it better
Remember, to let her into your heart
Then you can start, to make it better.

Hey Jude - The Beatles

quinta-feira, 27 de outubro de 2011


"eu só rezo pra ficar bem, eu sei que vai, acredito que vai ficar tudo bem"

terça-feira, 25 de outubro de 2011

"And you do your best to show me love
But you don't know what love is"

domingo, 23 de outubro de 2011



"
Felicidade é um fim de tarde olhando o mar,
E a gravidade não te impede de voar
Longe de toda negatividade
A onda boa se propaga no ar"

sábado, 22 de outubro de 2011









Eu não sou baladeira, não tiro foto de biquíni, não fico com cara em balada, estudo mais que saio, brinco de boneca com minha irmã, me recuso a beber, odeio franja de modinha e tirar foto de decote, descolorir meu cabelo, nunca. Amo ler, mas não livros como Harry Potter, nem perco meu tempo, não suporto banda de modinha e odeio menino que tenta aparecer. Faço birra, não me preocupo com o tamanho dos meus seios, tão pouco com o da minha bunda, falo palavrão, meus domingos são em casa, sou religiosa, brigo se me questionarem por algo que tenho convicção. Não tiro foto para colocar no face, twitpic, odeio me expor, sou assim chata, irritante mas uma coisa eu sei que eu sou, eu sou única. 

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

isso me mata de pouco em pouco
e o seu gosto continua na minha boca
mesmo eu tentando trocá-lo por qualquer outro
mas ele é como uma droga, ele penetra na mente
não á como sair desse circulo vicioso
e a minha dor continua
a angustia de viver cada dia mais confusa,
com o que querer, o que fazer
vai tomando conta de mim
será mais um problema genético
ou será que meu mundo virou e não percebi
não sei se é saudade, carência
mas eu te dei mais uma chance e você não aproveitou
não aprendeu na primeira, da segunda fez tudo errado,
sou a vilã de nosso pequeno caso.
mesmo depois de tempo sentir não é mais a opção
e deixar de pressentir o que não se pode prever,
recuperar o fôlego de algo que me tirou a paz
ter meu ponto de equilíbrio, pois em seus braços já não me sustento mais;